Vereador quer divisão de dinheiro da Zona Azul em Campina … – Paraíba Online

O vereador Alexandre do Sindicato (PHS) falou nessa segunda-feira, 11, sobre a Zona Azul de Campina Grande e frisou que o objetivo dos parlamentares da Casa de Félix Araújo é discutir como podem ser geridos os recursos.

– A nossa discussão é muito mais no âmbito de como poderíamos gerir esses recursos da Zona Azul, mas nunca colocando em dúvida a prestação de contas ou idoneidade dessas entidades. Ao contrário, eu acho que elas também são merecedoras de receber tal recurso, desde que o recurso não fique apenas nas mãos de três entidades. Temos em Campina Grande quase 60 entidades filantrópicas que prestam serviço. No entanto, tem que mendigar praticamente no dia a dia para manter as suas atividades filantrópicas – disse o vereador.

O parlamentar destacou que os recursos não vão para os cofres da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG).

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

– Eu duvido que alguém que estacione o carro na rua João Pessoa quando chega alguém vestido de azul receba ele satisfeito. Paga com certa antipatia, porque a população e eu pensava que esse dinheiro iria para os cofres da Prefeitura e nunca foi. Desde 1995, quando foi instituída a Zona Azul no município de Campina Grande,  que a Prefeitura não recebe. Recebe uma parcela a STTP para fazer o trabalho que deveria ser teoricamente da Zona Azul. Discutimos todos os vereadores, com exceção de Lula Cabral que não pôde estar presente. Bateu um esquecimento na Câmara de Vereadores quando viram a “tropa de choque” da Uces lá. Quem foi “metralhado” lá fui eu porque era “eu que estava criando problema e querendo tirar dinheiro da Uces e das outras duas entidades”. Galego do Leite disse: todos nós assinamos e Luciano Breno foi correto. Outros, por motivos que não sei, não tiveram a coragem de expor justamente essa situação – lamentou.

Alexandre frisou que não existe lei que trata de que a Zona Azul deve ser gerida apenas por essas entidades.

– Não existe lei, a lei que instituiu a Zona Azul de 1995 não diz, não trata em lugar nenhum de que a Zona Azul deve ser gerida pela Uces ou essas outras entidades. Além de tudo isso, o que considero que deveria ser feito é se cumprir o que está na lei federal das leis de filantropia. Lança-se um edital até para as entidades que querem receber recursos da Prefeitura, porque as entidades que ficarem de fora é porque não vão cumprir os requisitos que estabelece uma lei federal – falou.

*As informações foram veiculadas na Rádio Campina FM.

Let's spread the love!


Learn How To Be #1 on Google Results


Source